Indígena come o Garnizé do vizinho e é morto a pauladas

Indígena come o Garnizé do vizinho e é morto a pauladas

COMPARTILHAR
Polícia apreendeu o pau usado no crime (Foto :Olimar Gamarra/Rio BrilhanteemTempoReal)

O indígena Mauri Almeida Gonçalves, de 33 anos, morto com pauladas na cabeça pelo vizinho após ele e a esposa matarem e comerem um galo garnizé do vizinho que fugiu após o crime. O assassinato ocorreu no distrito de Prudêncio Thomaz (Aroeira) em Rio Brilhante.

O desentendimento, segundo a Polícia Civil, iniciou na casa da vítima depois que a esposa do suspeito ficou sabendo que Mauri e sua esposa tinham matado e comigo o garnizé após o galo ter entrado na casa deles.

Durante a briga Mauri foi ferido com pauladas na cabeça, não resistiu e acabou morrendo no local. O autor do crime ainda não foi localizado.