Indígena é achado morto em córrego e com lâmina de faca enterrada...

Indígena é achado morto em córrego e com lâmina de faca enterrada no pescoço

COMPARTILHAR
Corpo estava em local de difícil acesso.

Antônio Coca

Visto pela última vez no último sábado na casa de familiares na Aldeia Bororó em Dourados, o indígena Nelson Velasques, de 35 anos, foi achado morto agora pouco no Córrego Calarge, em uma região de difícil acesso entre o Condomínio Porto Madero e a Unigran. O corpo foi achado por dois pescadores, pai e filho, que em dado momento viram o cadáver e acionaram a polícia.

Equipes da PM estiveram no local assim como policiais civis em levantamentos chefiados pelo delegado Gustavo, além do Corpo de Bombeiros. No local, policiais e peritos encontraram o cabo de uma faca nas proximidades do corpo e a lâmina da faca enfiada no pescoço dele.

Os policiais que trabalham no caso apuraram que Nelson era usuário de drogas e bebida alcoólica. Outra apuração, é de que constantemente ele se envolvia em brigas principalmente com a ex-companheira e o atual marido dela.

Por conta do difícil acesso ao local, Bombeiros e funcionários da funerária tiveram dificuldade para a remoção do cadáver encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL. O trabalho das polícias e bombeiros foi acompanhado pela mãe, irmãos e outros familiares de Nelson que relataram o costume dele de frequentar a região onde foi achado morto.

Mãe e demais familiares acompanharam trabalho da polícia.