Interesse financeiro e político acima de vidas humanas segue prevalecendo

Interesse financeiro e político acima de vidas humanas segue prevalecendo

COMPARTILHAR
Políticos não percebem que morto não vota, mas a família dele permanece. Imagem:Nelson Almeida/AFP/Reprodução

Da redação

A manifestação ontem dos secretários estaduais de saúde durante reunião em Brasília de que medidas mais rigorosas como a adotada no Maranhão de fechamento mais rígido, o lockdown, “É medida complexa porque o impacto é muito negativo. A manifestação dos secretários, que falam em nome de seus governadores, aparentemente demonstra o valor dado ao ser humano pela grande maioria do executivo e legislativo, inclusive federal. O que se percebe é a cobrança cada vez mais intensa por recursos federais a serem aplicados durante a pandemia. A coisa chega ao disparate de até empresa ou consórcio de ônibus estar de olho no dinheiro federal destinado à pandemia.

Grande parte da população está seguindo a onda dos incrédulos de que o assunto é sério e indo para as ruas, muitas vezes por mera curiosidade de ver “como está o movimento”. Em Campo Grande por exemplo, policiais, guardas municipais, fiscais e bombeiros nas ruas tentando convencer as pessoas ao recolhimento, estão praticamente perdendo tempo. Uma perda de tempo imposta já pelo horário de toque de recolher, meia noite, quando até as mariposas já foram dormir.

Os insensatos seguem com festas, rodas de tereré, rodinhas na porta de casa, observando a mais “nova invenção do homem”, o avião decolando. Enquanto as patrulhas na cidade seguirem apenas cumprindo ordens para orientação, iremos contar a cada dia mais mortos.