Interno morre em cela na psiquiatriado Presídio de Segurança Máxima

Interno morre em cela na psiquiatria
do Presídio de Segurança Máxima

COMPARTILHAR

O interno Everson Fernandes Vargas, 36 anos, morreu pouco antes de 3h desta segunda-feira (4), no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. A princípio a morte de Everson é apontada como natural e pode ser definida por peritos legistas. Socorristas do SAMU foram acionados, mas a vítima já estava morta e não teria lesões ou sinais de violência pelo corpo.

De acordo com o registro policial, socorristas teriam afirmado que por não haver sinais de violência não seria necessário acionar perícia. O caso foi registrado na Polícia Civil pela funerária de plantão acionada para recolher o corpo e encaminhar ao IMOL. O interno estava morto no setor de psiquiatria, cela 103.