Internos tentam usar pombos para enviar bilhetes em presídio de Goiás.

Internos tentam usar pombos para enviar bilhetes em presídio de Goiás.

COMPARTILHAR
Como antigamente, só que em "comunicação interna".

Internos do presídio de Formosa, cidade goiana distante 80 quilômetros de Brasília, tentaram usar pombos para trocar bilhetes dentro da unidade prisional. De acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), os presos queriam se comunicar com aliados de outras alas, mas foram descobertos por policiais penais antes que o contato fosse estabelecido.

O “correio” clandestino foi detectado na semana passada, mas o caso só foi divulgado nesta sexta-feira (10). De acordo com a DGAP, os policiais penais estranharam a presença dos pássaros na unidade e realizaram inspeção por meio da qual identificaram alguns bilhetes. O material foi apreendido e o caso deverá ser investigado.

Em uma das “cartas”, um dos presos dizia que mandaria um “corre” para outros detentos. “Então meu mano depois da xepa a noite fica atento nós vai mandar o corre ai pelo fundo (sic). Nós vai gritar ou asubiar ai vcs pesca o corre (sic)”, dizia.

Fonte: Mais Goiás.