Investigando assassinato de mulher, Polícia Civil prende advogado suspeito

Investigando assassinato de mulher, Polícia Civil prende advogado suspeito

COMPARTILHAR

A Polícia Civil prendeu na manhã deste domingo em Nova Andradina, o advogado Alexandre França Pessoa, de 42 anos, apontado como envolvido no assassinato de Fernanda Daniele de Paula Ribeiro dos Santos, 36 anos. A prisão é temporária e o advogado foi apanhado na casa dele, localizada no Jardim Imperial.

O crime segue em investigação sendo desconhecidos detalhes da motivação e o enquadramento de Alexandre, inclusive feminicídio. A prisão do advogado foi requerida pela polícia e em seguida decretada pelo judiciário após o carro e o telefone celular dele serem apreendidos pela Policia Civil, como parte das investigações sobre o crime.

Um notebook da vítima levou os investigadores a conversas antes do crime, levando ao então suspeito. Até chegar ao desfecho desse domingo, a Polícia Civil ouviu mais de 10 pessoas. A investigação apontou indícios de que mais de uma pessoa participou do homicídio, mas o delegado do caso, Felipe Davanso, não detalhou essa informação, para prejudicar a investigação.

Fernanda Daniele foi encontrada degolada em um milharal à beira da MS-276, na quinta-feira (29), entre Nova Andradina e Batayporã. A polícia não descarta nem confirma a possibilidade realizar mais prisões.

INFARTO

Cerca de meia hora após ser preso o advogado Alexandre França Pessoa sofreu um infarto dentro da Delegacia de Polícia, sendo imediatamente socorrido e encaminhado para o Hospital Cassems em Nova Andradina. O estado dele ainda é desconhecido.