Janot se aposenta do MPF e denuncia invasão em seu telefone

Janot se aposenta do MPF e denuncia invasão em seu telefone

COMPARTILHAR
Rodrigo Janot. (Foto: Marcelo Ferreira/CB/DA)

Está publicada na edição de hoje (25) do Diário Oficial da União (DOU) a aposentadoria a pedido, com proventos integrais, do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. O ato é assinado por sua sucessora, a atual chefe do Ministério Público Federal, Raquel Dodge.

Ao deixar o MP, Janot passa por uma situação inusitada. Ele contou pelo Twitter que seu celular foi clonado ou hackeado. E detalhou: “Amigos. Meu telefone foi clonado ou hackeado. Hacker muito proativo. Já tentou acessar minha conta Apple, Telegram, conta bancária e por aí vai.

Tem muito interesse em meus bancos de informação. Vamos enfrentar! Tenho algumas desconfianças”. Janot coordenou uma força-tarefa de investigações sobre parlamentares que têm foro especial no Supremo Tribunal Federal (STF) e sofreu muitos ataques de políticos.

Nesta semana, o coordenador da força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba, procurador da República Deltan Dallagnol, se tornou alvo de um processo disciplinar no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) por ter feito críticas a decisões de ministros do STF.

Pelo Twitter, Dallagnol comentou o episódio e disse que os mesmos fatos foram arquivados pelo Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF). Janot afirmou: “Bem-vindo ao clube”.

Com Correio Braziliense