Judiciário irá retirar e leiloar veículos de pátios de delegacias

Judiciário irá retirar e leiloar veículos de pátios de delegacias

COMPARTILHAR
Além de lotação, o problema é infestação de insetor

Após reunião da Comissão de Alienação de Bens Apreendidos em Ações Penais, presidida pelo juiz auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça, Fernando Paes de Campos, ficou definido prazos para que leiloeiros retirem os veículos dos pátios das Delegacias e Fórum de Campo Grande.

Além da Capital, foi tratada a situação das delegacias de Água Clara, Brasilândia, Sidrolândia e Ponta Porã no interior do Estado. Atualmente há três classes de veículos que se encontram nos pátios: aqueles com processo criminal identificado, aqueles sem processo criminal, mas com inquérito policial identificado, e aqueles sem origem identificada.

O Presidente da Comissão afirmou que irá buscar meios para a alienação dos veículos sem processo criminal identificado. Paes de Campos esclareceu que esta não seria, em princípio, uma atribuição da Comissão, mas como o problema existe e é grande, precisa ser enfrentado.

A reunião definiu uma expectativa de solução para o pátio das Delegacias de Água Clara, Sidrolândia e de Bandeirantes, cujos leiloeiros responsáveis pelos respectivos locais se comprometeram em retirar os veículos dos pátios no prazo de 40 dias. Além disso, ficou acertado entre os leiloeiros que, no prazo de 60 dias, irão dividir entre si e farão a remoção de todos os veículos atualmente depositados no pátio do Fórum de Campo Grande e DEFURV.

Já na 2ª Delegacia de Ponta Porã, o leiloeiro responsável se comprometeu, no prazo de 60 dias, retirar todos os veículos com processo criminal identificado no pátio, que, segundo ele, perfazem um total aproximado de 180 automóveis.

Fonte: TJMS