Justiça do DF barra licitação do STF para compra de vinhos e...

Justiça do DF barra licitação do STF para compra de vinhos e lagostas

COMPARTILHAR

A Justiça Federal do Distrito Federal suspendeu nesta segunda-feira (6), o pregão do Supremo Tribunal Federal (STF) para a compra de alimentos de luxo, como medalhões de lagosta e vinhos premiados internacionalmente.

A decisão liminar (provisória), da juíza Solange Salgado, da 1º Vara Federal, atende a ação popular movida pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) contra a licitação do STF, que custaria, a princípio, 1.134.893,32 reais, e foi fechada por 481.720,88 reais no fim da semana passada.