LabSenai Sementes é credenciado como referência no Centro-Oeste pela Syngenta

LabSenai Sementes é credenciado como referência no Centro-Oeste pela Syngenta

COMPARTILHAR

O LabSenai Sementes, que integra o complexo do IST Alimentos e Bebidas (Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas), localizado em Dourados, foi credenciado pela multinacional Syngenta, especializada em sementes e produtos químicos voltados para o agronegócio, como referência da Região Centro-Oeste para análise de controle de qualidade e definitivas para a emissão de resultados de ensaios em sementes de soja.

Com isso, as empresas revendedoras podem se cadastrar e levar suas amostras até o LabSenai Sementes para realizar os ensaios. “Todas as análises do nosso escopo aprovado pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) são passiveis de serem feitas. Também participamos de um treinamento sobre plântulas fortes, que foi um pedido da Syngenta no que diz respeito a suas tecnologias”, explicou a coordenadora do IST Alimentos e Bebidas, Maria Carolina da Silva Pego.

Segundo ela, as análises servem para o produtor saber porcentagem das plântulas fortes que seus lotes de sementes irão gerar. “Quanto mais informações a respeito do lote que irá ser plantado, mais assertiva é a tomada de decisão, como para qual tipo de solo as sementes irão ou até mesmo a profundidade de semeadura, para assim facilitar a emergência das plântulas”, detalhou.

Ao todo, existem no Brasil 20 laboratórios credenciados como parceiros da Syngenta, sendo o LabSenai Sementes o único em Mato Grosso do Sul cadastrado para essa finalidade. “A parceria representa a segurança em confidencialidade e imparcialidade que o laboratório representa em meio as gigantes do mercado de sementes. Hoje a Syngenta representa grande fatia do mercado de sementes em território nacional e até mesmo internacional, tendo braços em diversos países, e a confiança depositada no LabSenai Sementes é de grande valia para a projeção do crescimento do laboratório, visando novas análises e novas espécies”, destacou a coordenadora do IST Alimentos e Bebidas.

Ainda conforme Maria Carolina Pego, a expectativa com essa parceria é de que os atendimentos do laboratório tenham um aumento significativo. “No nosso primeiro ano de funcionado, de outubro a dezembro de 2019 o laboratório realizou aproximadamente 100 análises em 35 lotes de sementes para o mercado sul mato-grossense, gerando 11 propostas de novos clientes. Já em 2020 o laboratório até o mês de outubro realizou 1.311 ensaios em 638 amostras. Para 2021 a expectativa é ainda melhor e com o aumento de escopo para novas espécies forrageiras, esperamos o recebimento de 1000 amostras e 2000 análises”, finalizou.