Ladrão morto em confronto com CHOQUE ainda não está identificado

Ladrão morto em confronto com CHOQUE ainda não está identificado

COMPARTILHAR

A Polícia ainda não identificou o assaltante morto neste sábado, (5), em confronto com policiais do Batalhão de Choque da PM, após assalto a uma chácara em Jaraguari. Duas mulheres envolvidas no crime foram presas em Miranda pela Polícia Rodoviária Federal levando a Hilux da família para a Bolívia.

No começo da tarde o Batalhão de Choque da Polícia Militar foi informado que uma vítima havia escapado do cárcere em que era mantida, após trio de ladrões invadir a propriedade e roubar a caminhonete branca. Na propriedade a equipe apurou que dois ladrões que mantinham vítimas na mira de armas, ao perceberem a chegada da PM da área fugiram para a mata.

O local foi cercado e iniciada buscas, quando um dos assaltantes saiu de trás da vegetação atirando na direção dos policiais. No revide ao ataque, o indivíduo foi baleado, sendo socorrido e levado para a UPA Nova Bahia onde morreu.

Paralelamente a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendia na BR-262, em Miranda, a caminhonete seguindo rumo a Corumbá. Outra mulher que atuava como batedora, foi também presa e ambas teriam confessado que levavam o veículo para a Bolívia. Um veículo Celta prata, luvas e uma pistola calibre 32 entre outros materiais foram apreendidos. O caso foi registrado na Polícia Civil em Jaraguari.

Carro usado pela quadrilha.