Mais um envolvido no falso roubo de aeronave em Paranaíba é preso...

Mais um envolvido no falso roubo de aeronave em Paranaíba é preso pela DECO

COMPARTILHAR
Piloto Edmur e Idevan, encarregado do aeroporto.

A Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado – Deco, deu cumprimento na tarde desta quarta-feira (29) ao mandado de prisão preventiva em desfavor de Idevan Silva Oliveira, 59 anos, o terceiro indiciado na investigação que esclareceu o falso sequestro, cárcere e roubo simulado de aeronave ocorrido na cidade de Paranaíba, em junho de 2019, em uma ação orquestrada por facção criminosa.

Até então foragido, Idevan, funcionário do município e responsável pelo aeroporto da cidade, se apresentou na Especializada, após entendimento entre a unidade e o advogado que o representa, após mais de dez dias sabendo da decretação da prisão preventiva.

Quando da notícia do suposto crime e apuração pela Polícia Civil em 2019, Idevan se apresentou como vítima, porém, teve sua prisão temporária decretada após diversas divergências constatadas pela equipe da Deco em investigação chefiada pela delegada Ana Cláudia Medina e reprodução simulada dos fatos. O primeiro a ser preso, foi o piloto Edmur Guimara Bernardes, de 78 anos.

A Operação Ícaro fase Rota Caipira, que foi desencadeada para tal apuração, já conta com três indivíduos presos preventivamente recolhidos ao sistema prisional e trabalha na identificação de outros membros da facção criminosa que articulou a prática do crime em Paranaíba com objetivo de transportar seus membros para países vizinhos para atuação no narcotráfico em laboratórios clandestinos na Bolívia e Paraguai.