Mais um interno morre em presídio de Mato Grosso do Sul

Mais um interno morre em presídio de Mato Grosso do Sul

COMPARTILHAR

Em pouco menos de 12 horas, dois internos do Sistema Prisional de Mato Grosso do Sul foram encontrados mortos em circunstâncias a serem investigadas. A primeira morte aconteceu na madrugada em uma das celas do Instituto Penal de Campo Grande por volta de 1h. A segunda logo após o meio dia desta terça-feira (21) em Dourados.

O interno Divino Ferreira (28) o “Chimbinha”, de acordo com o registro policial do caso, morreu enforcado com uma corda artesanal (Tereza feita com panos) pendurado na grade de uma das celas no pátio do Raio 2. O corpo foi avistado pouco depois do banho de sol.

Divino cumpria pena por tráfico de entorpecente e deu entrada na Penitenciária Estadual de Dourados – PED, na sexta-feira transferido de Ponta Porã. “Chimbinha” seria integrante de organização criminosa que atua em presídios e várias regiões do País.

Campo Grande

Na madrugada do mesmo dia, interno do Instituto Penal de Campo Grande, Danrley Matos da Silva (22), morreu na cela 5 do Instituto Penal de Campo Grande. Presos que avisaram da morte, disseram que o colega morreu após consumir droga.