Ministério da Saúde publica orientações de como fazer máscaras caseiras

Ministério da Saúde publica orientações de como fazer máscaras caseiras

COMPARTILHAR

Mais simples do que os modelos utilizados em cirurgias ou no atendimento hospitalar, a máscara caseira é indicada para o uso cotidiano, para a população em geral que não está com sintomas aparentes da Covid-19

O Ministério da Saúde publicou em seu site oficial um manual com orientações para a fabricação caseira de máscaras de proteção contra o novo coronavírus. A orientação é uma forma de compensar a escassez do produto no país, em razão da alta procura e da suspensão temporária da produção na China, principal fornecedor desse artigo.

A dificuldade de encontrar máscaras atinge as farmácias e se tornou um problema crítico nos hospitais, onde frequentemente os profissionais de saúde trabalham sem o equipamento de proteção.

Mais simples do que os modelos utilizados em cirurgias ou no atendimento hospitalar, a máscara caseira é indicada para o uso cotidiano, para a população em geral que não está com sintomas aparentes da Covid-19. Segundo o Ministério da Saúde, a máscara de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos deve ter ao menos duas camadas de pano. Ela é de uso individual e deve ser lavada a cada duas horas.

“Máscaras de pano para uso comunitário funcionam muito bem e não são caras de fazer. Porque, agora, é lutar com as armas que a gente tem. Não adianta a gente lamentar que a China não está produzindo. Vamos ter que criar as nossas armas, e elas serão aquelas que nós tivermos”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Como produzir:

Confira as orientações para produzir a máscara caseira passadas pelo Ministério da Saúde sobre máscaras de pano:

  • Em primeiro lugar, é preciso dizer que a máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc. Então se a sua família é grande, saiba que cada um tem que ter a sua máscara, ou máscaras;
  • Para cumprir essa missão de proteção contra o coronavírus, serve qualquer pedaço de tecido, vale desmanchar aquela camisa velha, calça antiga, cueca, cortina, o que for.
  • A máscara deve ser usada por cerca de duas horas. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;
  • Mas atenção: a máscara serve de barreira física ao vírus. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face;
  • Também é importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;
  • Use a máscara sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;
  • Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de dez minutos.