Ministros da Agricultura do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul...

Ministros da Agricultura do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul iniciam encontro no EcoSesi Bonito

COMPARTILHAR

Os ministros da Agricultura do Brics, grupo composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul e que representa 42% da população mundial e 23% do PIB global, iniciaram, na manhã desta quarta-feira (25), no EcoSesi – Observatório Socioambiental, localizado no município de Bonito, a sua 9ª Reunião com o objetivo de debater a inovação tecnológica na agropecuária no contexto de aumento da população mundial e da demanda por alimentos.

Pela primeira vez anfitrião do encontro, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) destacará o papel do incremento da conectividade no campo, da dispersão da Internet das Coisas (OiT) e o incentivo às startups do mundo do agronegócio, conhecidas como agritechs, para o avanço da produção agrícola sustentável, da produção de orgânicos, do combate às pragas e doenças e manutenção dos padrões fitossanitários dos alimentos.

“Eu como ministra da Agricultura recebendo os outros quatro ministros do Brics no Brasil não poderia deixar de vir para Mato Grosso do Sul e aí me veio a ideia de trazer essa reunião para Bonito, porque para mim representa o que temos de preservação do meio ambiente, de agricultura sustentável”, afirmou a ministra Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias.

Ela ainda destacou a infraestrutura do EcoSesi Bonito para a realização do evento. “É um espaço muito belo e só na chegada já causou uma ótima impressão em toda a delegação. Todos estão encantadíssimos com o que estão vendo aqui e muitos satisfeitos por estarem em Mato Grosso do Sul. Vamos tratar de assuntos muito importantes para todos os cinco países, que representa 40% da população do mundo. Além disso, num momento em que o mundo pede uma alimentação mais sustentável e consciente, estamos no melhor lugar para debater esses temas”, finalizou.

A ministra também lembrou que os cinco países do Brics ocupam 26% da superfície do planeta. “Detemos 29% de sua água doce e movimentamos quase 20% do comércio global”, destacou. Os ministros ficarão reunidos nesta quarta-feira (25) e quinta-feira (26) no EcoSesi Bonito e os ministros debaterão questões relacionadas à segurança alimentar e sustentabilidade ambiental em âmbito regional e global.

O EcoSesi

Antes do início da reunião, o diretor de comunicação e marketing do Sistema Fiems, Robson Moreira, apresentou aos ministros dos cinco países a estrutura do EcoSesi Bonito, que foi inaugurada em 2013 e conta com uma área de 40 hectares, onde foram construídos um laboratório socioambiental, recepção, alojamentos, vestiários, chalés, espaço gourmet, apartamentos, piscina, observatório e estacionamento para visitantes. Desde 2017, o EcoSesi Bonito conta com uma planta de geração de energia fotovoltaica, produzindo até 50% da energia utilizada pelo espaço.

Ao todo, foram instaladas 180 placas fornecidas pela empresa canadense Canadian Solar, que é atualmente a fabricante líder de módulos solares no mundo, devidamente certificadas pelo Inmetro. As placas fotovoltaicas estão fixadas em estruturas metálicas, cravadas diretamente ao solo, formando um imenso painel azulado, em uma área que ocupa cerca de 400 m².

Com Assessoria