Mistério. Cabeças e corpos decapitados mobilizam polícia em Goiânia

Mistério. Cabeças e corpos decapitados mobilizam polícia em Goiânia

COMPARTILHAR

A polícia de Goiânia está em alerta diante da situação de em dez dias, três corpos sem cabeça e duas cabeças sem corpo foram encontrados na cidade e região metropolitana. Policiais ainda não definiram se os casos estão relacionados.
Nesta quarta-feira (23), a Guarda Civil Metropolitana de Goiânia encontrou um cadáver sem cabeça estava no Conjunto Primavera.

Na terça (22), em Aparecida de Goiânia, o motorista de uma caminhonete se deparou com uma cabeça e acionou a Polícia Militar. Conforme a PM, uma equipe da Polícia Técnico Científica esteve no local e constatou tratar-se de um homem, de aproximadamente 26 anos, e de pele morena. A cabeça ficou sob responsabilidade do Instituto Médico Legal (IML) da cidade. A Polícia Civil ainda não tem informações sobre a identificação da vítima.

Outros casos

A primeira cabeça foi encontrada na calçada de um shopping da capital, no último dia 13. Na ocasião, a parte estava na calçada do centro comercial. Um pedestre que passava pelo local chamou a polícia.

Quatro dias depois, bombeiros foram acionados para resgatar um corpo, em avançado estado de decomposição, e sem cabeça, que estava boiando no Rio Meia Ponte, em Goiânia. A Polícia Civil ainda não sabe se o corpo é o mesmo da cabeça encontrada no shopping.

Na segunda (21), um corpo decapitado de um homem foi encontrado no Setor Grande Goiânia, em Hidrolândia, região metropolitana da capital. Segundo informações da PC, o corpo foi localizado por moradores da região e encaminhado para o IML de Aparecida de Goiânia.

Com informações do Mais Goiás