Morre cão farejador que tirou de circulação mais de 14 toneladas de...

Morre cão farejador que tirou de circulação mais de 14 toneladas de drogas na fronteira

COMPARTILHAR
Militares homenagearam Milan.

O 3º Batalhão da Polícia Militar de Dourados perdeu nesta quarta-feira (20), seu cão farejador K9 Milan. Vítima de doença hepática, Milan não resistiu e morreu nesta manhã. O cão policial tinha 11 anos de idade, sendo 7 dedicados ao canil da Polícia Militar de Dourados. Milan realizou trabalhos de busca de entorpecentes em Dourados e em apoio a equipes do Departamento de Operações de fronteira (DOF), Policia Militar Rodoviária (PMR), Policia Federal e Policia Civil.

O cão operou na atividade de farejar e localizar drogas em locais com grau de dificuldade que o ser humano não conseguiria encontrar, como caminhões com cargas em cima e latarias de veículos. Foram mais de 13 toneladas de maconha e cerca de 1 tonelada de cocaína que K9 Milan tirou de circulação, contribuindo para a prisão de vários criminosos na fronteira por crimes ligados ao narcotráfico.

Policiais do 3º BPM prestam continência e menção honrosa ao K9 Milan pelos anos de trabalho dedicados a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, pela destreza de suas ações e pelos resultados alcançados no combate ao narcotráfico na fronteira Brasil-Paraguai. O velório do cão policial ocorreu das 10 às 11h dessa quarta da Capela Pet localizada próximo ao parque do Lago e deverá ser cremado às 16h.