Morre em Campo Grande o coronel Adib Massad

Morre em Campo Grande o coronel Adib Massad

COMPARTILHAR

Morreu há pouco no Hospital da Unimed em Campo Grande o coronel Adib Massad de 91 anos. Ele estava internado havia vários dias devido a complicações de saúde causadas pela idade. Ontem a família havia divulgado um áudio informando que o estado de saúde do militar aposentado era crítico.

A morte de Adib foi confirmada há pouco pela filha Liliane Souza Benevides Massad. “Meu pai faleceu há pouco e a família ainda não decidiu onde será o velório e o sepultamento. Ainda vamos ver isso”, disse ela.

Coronel Adib Massad começou a carreira na Polícia Militar do então Mato Grosso em 1953. Desde o início da carreira se destacando como policial operacional, ele foi delegado em várias cidades em Mato Grosso, principalmente Rondonópolis atuando ainda no policiamento geral em Campo Grande regiões do interior. Logo após a divisão foi chefe da Casa Militar, comandou unidades e setores da Polícia Militar como Comando de Policiamento da Capital – CPC e Comando de Policiamento do Interior – CPI.

Foi responsável pelo então, GOF (Grupo de Operações de Fronteira), hoje, o DOF, por seis anos, em um perído que a região de fronteira com o Paraguai vivia clima de terror com ações de assaltantes atacando propriedades rurais e roubando gado, máquinas e outros veículos, tendo com sua equipe restabelecido a segurança na região, permanecendo na chefia da unidade especial entre os anos de 1980 e 1990.

Adib também disputou eleições em Dourados. Em 1996, foi eleito o vereador mais votado, com 2.839 votos. Tentou a reeleição, porém não conseguiu, e mudou-se para a capital.