Morto em obra não tinha lesões no corpo, mas indícios de convulsão

Morto em obra não tinha lesões no corpo, mas indícios de convulsão

COMPARTILHAR

O homem achado morto no final do dia nesta quinta-feira (10) em uma área de construção no Jardim Samambaia, região do Residencial Oiti, foi visto vivo na região cerca de 6 horas antes. A identidade da vítima ainda é desconhecida, o pode ser definida ainda hoje por peritos papiloscopistas ou reconhecimento familiar.

Com várias tatuagens nos membros superiores, a vítima trajava bermuda jeans, regata preta e calçava chinelos. Sem nenhum documento, o homem estava com anel, pulseira e corrente douradas. No chão, foram percebidas marcas indicando que a pessoa se debateu.

A vítima estava com substância branca no nariz e canto da boca, o que segundo socorristas, pode indicar convulsão. Pessoas no local do achado, disseram para a polícia que viram a vítima ainda viva, por volta das 11h, o que pode ter sido quando morreu, o que justificaria o estado de rigidez do cadáver.