Moto-entregador que matou colega com tiros na cabeça segue foragido e armado

Moto-entregador que matou colega com tiros na cabeça segue foragido e armado

COMPARTILHAR
Vítima morreu durante atendimento

Morreu pouco antes de 20h na Santa Casa, o moto entregador Emerson Salles Silva, de 33 anos, atacado a tiros por seu colega de trabalho, Bruno César de Carvalho. O crime ocorreu no começo da noite na lanchonete onde trabalhavam, na Avenida Mato Grosso. O corpo de Emerson está no Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL.

A polícia apurou no local do crime que Emerson chegou no trabalho logo no começo da noite e passou a preparar os lanches que entregaria. Pouco tempo depois chegou Bruno e os dois começaram a conversar, até que em dado momento iniciaram uma discussão logo entrando em luta separada por colegas de trabalho.

Com a confusão aparentemente contornada, Bruno foi até sua mochila, pegou a arma e voltou sem nada dizer, mas já atirando no colega. Foram três tiros, dois na cabeça e um na coxa e em seguida Bruno fugiu em sua moto Titan, azul pela Avenida Mato Grosso sentido centro/bairro, estando foragido.