Motorista de ônibus de aplicativo, é preso com quase 50 kg de...

Motorista de ônibus de aplicativo, é preso com quase 50 kg de maconha

COMPARTILHAR
Imagem ilustrativa

Policiais militares do Batalhão de Choque apreenderam quase 50 quilos de maconha transportados por motorista de ônibus do aplicativo Buser, que deixava Campo Grande com destino a São Paulo. A droga foi descoberta por cães farejadores e o motorista autuado em flagrante na Polícia Civil.

Por volta de 21h equipes do Canil do Batalhão de Choque em operação na BR-040 abordaram o ônibus da rota Campo Grande/São Paulo. Na vistoria no bagageiro o farejador Maradona, um Labrador, indicou odor de droga em uma das malas.

Para surpresa dos policiais, a mala não estaria etiquetada, procedimento obrigatórios, sendo aparentemente impossível definir quem seria o “passageiro traficante”. Aberta a mala, os policiais encontraram 48 tabletes de maconha totalizando 46,4 quilos da droga.

Como identificação da bagagem é obrigatória por parte da empresa e funcionários, os policiais fizeram uma varredura no bagageiro, encontrando próximo ao local onde estava a mala, o comprovante da bagagem, situação que a equipe do Choque suspeitou, pois passageiros não acessam o bagageiro, procedimento restrito a motoristas, gerando suspeita sobre o motorista Gilmar, responsável por etiquetar toda a bagagem sendo apurado que a mala de maconha havia sido a primeira embarcada e a única sem etiqueta.

Em meio a contradições, Gilmar, de 32 anos, confessou ser o responsável pela mala com a droga. Preso, foi autuado em flagrante de tráfico.