Mulher é presa tentando entrar em presídio levando 993 estimulante sexual

Mulher é presa tentando entrar em presídio levando 993 estimulante sexual

COMPARTILHAR
Miolo dos caquis era só "azulzinhos". Reprodução Croeste/Portal Bueno)

No domingo (9), uma mulher foi flagrada com 993 comprimidos estimulantes sexuais, ao tentar entrar na Penitenciária “Maurício Henrique Guimarães Pereira”, a P2, em Presidente Venceslau, no interior paulista, no horário de visita.

As substâncias de coloração azul estavam escondidas dentro de seis frutos caquis e foram identificados no procedimento de revista em alimentos. Com a constatação, a mulher foi suspensa do rol de visitas, sendo, posteriormente, encaminhada ao plantão policial para adoção de medidas legais.

Conforme norma no presídio, visitantes flagrados em irregularidades/crimes são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.

Além desses registros, a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registou diversas tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos em presídios da região.