Mural de artista venezuelana recebe com cores quem chega ao bairro Coophatrabalho

Mural de artista venezuelana recebe com cores quem chega ao bairro Coophatrabalho

COMPARTILHAR

Na praça que recebe semanalmente a Feira Ipê Amarelo, organizada para comercializar o artesanato de mulheres da região do Imbirussu, os muros que cercam um poço da Águas Guariroba destoavam do colorido das artes e da alegria dos moradores que frequentam o evento da comunidade. O sonho da organizadora da feira era colorir o muro, sonho que foi realizado pelas mãos da artista venezuelana Stonia Martinez, com apoio da concessionária responsável pelo sistema de água que o mural abriga.

“Sempre tive este sonho de ver este muro com uma arte. Chegar ao bairro e se deparar com um mural é totalmente diferente, passa a percepção de que o lugar tem mais qualidade de vida”, destaca Márcia Meira Machado, presidente da Associação do Ministério de Ação Social (AMAS), organizadora da Feira Ipê Amarelo, que movimenta a praça. Para ela, moradora da região há cerca de 30 anos, o mural é agora o novo cartão postal que recebe com cores todos que chegam ao bairro Coophatrabalho.

“Quando a Stonia chegou da Venezuela, que ela veio até a praça, falei para ela da pintura desse muro, que era um sonho tão grande. E nós temos o apoio agora da empresa Águas Guariroba com a pintura, um sonho que se transformou em realidade e que vai mudar a entrada da nossa vila”, completa Márcia.

Os traços que enchem de cores o muro do poço do Coophatrabalho foram traçados por uma artista que encontrou no bairro um novo lar, o recomeço para uma nova vida. “Tenho dois anos e meio aqui. Eu cheguei e não conhecia ninguém. Essa é a oportunidade de fazer o que realmente eu sei fazer. É muito complicado recomeçar. Eu era uma artista plástica reconhecida em meu antigo estado”, resume Stonia Martinez.

Venezuelana do estado de Lara, Stonia saiu de seu país com os filhos. Sua arte em murais já não encontrava mais espaço por lá, já que fazia trabalhos para um governo opositor ao regime implantado na Venezuela. “Estou emocionada por ganhar este espaço e poder mostrar um pouco do meu trabalho”, comenta.

Depois de entregar para Campo Grande, em outubro passado, o maior mural de arte urbana de Mato Grosso do Sul nos muros da estação de tratamento de água (ETA) Lageado, na região do Vilas Boas, a Águas Guariroba buscou ampliar o projeto. Através da área de Responsabilidade Social, com o relacionamento com a comunidade, a empresa recebeu a proposta do grupo de artistas do AMAS e apoiou com todo o material necessário para a confecção do novo mural. O evento de entrega aconteceu na última quarta-feira (09/03), abrindo as ações do mês em que se comemora o Dia Mundial da Água, 22 de março.

Bia Rodrigues, responsável pela área de Responsabilidade Social da Águas Guariroba, conta que a iniciativa mostra que a concessionária está presente também para apoiar as comunidades e os artistas. “A empresa abraçou o projeto com todo o carinho para que a artista pudesse colocar a região do Imbirussu em destaque com um pouco mais de cores”, diz. “Estar aqui hoje nesta ação no Coophatrabalho é mostrar para a comunidade que nós vamos além de levar água de qualidade e saneamento básico, estamos presentes junto da comunidade”, conclui.

Com Assessoria