Na décima viagem no tráfico, mulher é descoberta por cão farejador da...

Na décima viagem no tráfico, mulher é descoberta por cão farejador da PMMS

COMPARTILHAR
Carga indicada pelo farejador Pietá do Choque.

Definida como uma “caixeira-viajante” do tráfico, Beatriz, de 19 anos, foi presa pela Polícia Militar no Terminal Rodoviário de Campo Grande de onde partiria rumo a Goiânia levando quase 25 quilos de maconha em malas e bagagem pessoal. Beatriz foi apanhada por policiais do Canil do Batalhão de Choque da Polícia Militar e disse que seria sua 10ª viagem a Campo Grande buscando drogas.

Pouco depois de 20h equipe do Canil da Polícia Militar em operação no terminal iniciou fiscalização a passageiros e bagagens de um ônibus da empresa Nobre com itinerário Campo Grande/Goiânia. Com busca utilizando o cão farejador de drogas Pietá, este indicou malas contendo 20 quilos de maconha.

Em seguida Beatriz, embarcada na poltrona 34, foi identificada como responsável pelas malas e a droga. Na bagagem de mão dela, os policiais encontraram mais maconha, cinco sacos com 4 quilos da droga.

Ela reportou aos policiais ter recebido a droga em um hotel onde ficou alguns dias hospedada, mas não se lembrava o nome do estabelecimento. Confessou que seria a 10ª viagem que faria entre Campo Grande e Goiás transportando drogas e receberia dinheiro por mais esta. Foi encaminhada com a droga para a Polícia Civil e autuada em flagrante.