Não tem cão que aguente: Procon/MS detecta variação de 475% em...

Não tem cão que aguente: Procon/MS detecta variação de 475% em produtos de pet shop

COMPARTILHAR
Variação de preços assusta e lesa consumidor.

De acordo com levantamento realizado pela equipe de pesquisa da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, artigos comercializados em estabelecimentos especializados na comercialização de itens para cães e outros pequenos animais chegam a apresentar diferença percentual de 475 por cento nos seus preços.

O trabalho foi realizado no período de 7 a 16 de julho com abordagem em 19 estabelecimentos onde foram verificados preços de 163 produtos, dos quais são divulgados os valores para venda de 139, uma vez que os outros 24 não foram encontrados em pelo menos três dos locais visitados. Foram pesquisados preços de medicamentos, vacinas, rações para cães e gatos embaladas e a granel além de serviços como banho e tosa.

A maior diferença de preços, 475 por cento, foi constatada em relação ao vermífugo Ouro Fino para animais com até 10 quilos. O produto em questão foi encontrado no Pets Cão, rua 15 de Novembro no Jardim dos Estados, por R$ 69,00 enquanto no Pet Shop da Mata, rua Olímpio Klafke, Mata do Jacinto e no Pet Vida, rua Marques de Lavradio, Jardim São Lourenço, o preço para venda é R$ 12,00.

Já, a menor diferença constatada 2,57 por cento, está na ração Special Dog vegetais adulto com 3 quilos. No estabelecimento Dog In Box Pet Center II na avenida Ceará, bairro Santa Fé e no Pet Here, rua 25 de Dezembro no Jardim dos Estados é vendida por R$ 35,90 podendo ser encontrado por R$ 35,00 no Nutri Cão da Avenida Tancredo Neves, Aero Rancho. Como detalhe, dos 139 itens divulgados, 19 apresentam diferença superior a 100 por cento e, destes, dois superaram os 400 por cento.

Foram estabelecidos, também, termos comparativos entre 120 produtos que também foram pesquisados ano passado, apresentando as mesmas características (tamanho, peso e medidas) dos atuais. Destes, 19 obtiveram decréscimo como é o caso da vacina V8 – Nacional com -27,03%. Os restantes, 101 apresentaram acréscimo sendo o maior deles, 42,90%, para a ração Naturallis Cão Filhote.