No combate ao tráfico, Polícia Militar prende seis pessoas agindo na capital

No combate ao tráfico, Polícia Militar prende seis pessoas agindo na capital

COMPARTILHAR
Imagem ilustrativa

Intensificando as ações de inteligência e operações, a Polícia Militar aperta o combate ao tráfico doméstico de entorpecentes em Campo Grande. Com isso, em poucas horas na noite dessa terça-feira, policiais militares prenderam seis traficantes atuando em diversos pontos da cidade, inclusive fornecendo cocaína e maconha para traficantes de outras cidades.

No começo da noite, por volta de 20h policiais apuraram que uma mulher hospedada no Hotel Pripan, iria sair para buscar drogas que seriam levadas para outros traficantes fora de Campo Grande. Em checagem da informação, a equipe da PM percebeu uma mulher saindo do hotel e embarcando em um veículo de aplicativo e que em seguida foi abordado.

Na bagagem da mulher os policiais encontraram um tablete com pouco menos de 1 quilo (998 gramas) de cocaína. A descoberta resultou na prisão em flagrante de Erica Silva Oliveira, de 23 anos. De posse de informações sobre a ação da mulher, policiais a entrevistaram e confirmaram que ela estava indo em busca de mais drogas, que levaria para as cidades de Santa Fé do Sul, no interior paulista e Aparecida do Taboado, em MS, sendo a cocaína para SP e maconha para Aparecida do Taboado.

A mulher alegou que não ganhava dinheiro algum para o transporte das drogas, mas só tentava ajudar o marido, interno no sistema penitenciário e que teria contraído dividas dentro do sistema. Com isso, os cobradores a contataram por telefone dizendo que se ela “não fizesse o corre para eles, matariam seu casal de filhos”. A mulher alegou ainda que em seu aparelho celular, poderia provar que não ganharia nada. A partir de então os policiais iniciaram buscas aos indivíduos ligados ao caso, inclusive que entregaram a droga apreendida inicialmente.

A primeira busca ocorreu no local onde estaria uma partida de maconha, na Rua 26 de agosto, Bairro Amambaí onde foi abordado em uma moto Carlos Eduardo Amaral de Lima Costa (19) e encostado em uma sucata de Kombi, Paulo Ricardo Oliveira de Morais, de 20 anos.

Em buscas no local, dentro da sucata os policiais apreenderam 21 tabletes de maconha pesando 18,2 quilos. A dupla alegou ter pegado a droga no Bairro Buriti, tendo os policiais seguido para uma residência na rua Das Arvores, onde funcionaria um deposito de distribuição de Gás-GLP.

No local foi abordado o último envolvido no esquema, Jefferson Dietrich da Silva, 32 anos e que na aproximação dos policiais quebrou um celular Samsung ao meio. Em busca na residência anexa ao local a equipe da PM encontrou três tabletes de maconha pesando três quilos em embalagem semelhante a apreendida com Carlos e Paulo Ricardo. As drogas apreendidas e a motocicleta foram entregues na Denar e o grupo autuado na Depac-Centro.

Moreninhas

Motociclistas do GECAM em rondas no Bairro Moreninhas III ao passarem pela rua Baguari, suspeitaram e abordaram Luís Gustavo Araújo de Souza, flagrado com sete papelotes de cocaína escondidos na capa do celular. Questionado, Luís alegou ter comprado na região dois papelotes (2 gramas) da droga e em seguida os “reproduziu” com fermento em pó vencido para revender no bairro pelo preço de R$ 10 cada.

Na Rua Barreiras com Aracati, policiais militares prenderam Gabriel Jordão Silva (19), abordado após denúncia anônima que que atuaria no tráfico em um carrinho de lanches na região. Ao perceber a aproximação da polícia o rapaz apressou a caminhada.

Abordado ele foi encontrado com 12 papelotes de cocaína, celular e dinheiro trocado. Gabriel confessou sua atuação no tráfico, confirmou ter recebido a droga na região, mas que não se lembrava onde e que realmente venderia próximo a um carrinho de lanches no bairro. Os dois foram autuados na Depac-Piratininga.