No total, 79 membros do PCC escaparam da prisão de Pedro Juan

No total, 79 membros do PCC escaparam da prisão de Pedro Juan

COMPARTILHAR
Veículos queimados no Brasil, rastro de fuga e direção dos fugitivos.

Antônio Coca/Redação

A autoridades do Paraguai corrigiram para e não 91 presos Primeiro Comando da Capital (PCC) que escaparam da prisão de Pedro Juan Caballero através de um túnel no final da madrugada deste domingo. A correção foi informada pela fiscal Reinalda Palacios, depois de verificar a lista de presos por ala.

Palácios destaca que não sabe como os guardas não poderiam ter visto o movimento de prisioneiros no momento da fuga. Na apuração do caso, imagens de circuito fechado foram recolhidas e serão analisadas. Reinalda Palacios disse ainda que do número total de fugitivos, 50 estavam no último andar do Pavilhão B e 25 no térreo, onde o túnel foi escavado. As autoridades também náo escondem a possibilidade de ter havido cumplicidade por parte da vigilância com os integrantes do PCC.

A fiscala classifica como “impressionante” que os guardas não tenham agido diante das imagens que tinham na frente. Ela também descreveu que, para descer do andar superior ao térreo, as pessoas precisam passar por um portão que deve estar trancado. A ironia, disse, é que, no momento da verificação do Ministério Público, o portão estava trancado.

Consta que um total de 200 sacos de terra retirada com a escavação, foram empilhados em uma das celas indicando que uma grande mobilização teve que ser realizada entre os presos. É de apenas 25 metros a distância entre o túnel e o posto de controle mais próximo, onde pelo menos um carcereiro pelo menos deveria, estar.

Alerta em dezembro

Em dezembro do ano passado, há pouco mais de um mês, a vice-ministra da Justiça, Cecilia Pérez, disse estar ciente de um suposto plano de fuga para os membros do PCC. Os dados indicaram que cerca de US $ 80.000 (dólares) estavam sendo oferecidos a guardas da prisão e policiais para que os criminosos pudessem fugir. Cecília disse na época que eles estavam “reforçando a cobertura policial e militar” na prisão de Pedro Juan Caballero para evitar a fuga.

O mais alarmante é que muitos dos que escaparam teriam participado do motim realizado na prisão de San Pedro, na qual morreram um total de 10 presos, alguns decapitados e outros devido a facadas e depois calcinados. A variação sobre o número de fugitivo, acontece devido à falta de controle do número total de presos na penitenciária.

Os foragidos

Agora pouco foi definida a lista dos 79 foragidos: José Antônio dos Santos, Willian Benjamin Gonzales Salinas, Timóteo David Ferreira, Jackson Rafael dos Santos Silva, Felipe Diogo Fernandez, o pistoleiro Minotauro, Alan dos Santos Cadeche, Luís Antônio Varela da Silva, Laurindo de Souza Netto, Osvaldo Pajiato, chefe do PCC em presídios, Murildo Rodriguez, Císero Fernandez, Francisco Bernardo Gimenez, Renan Cantero, Rodrigo Rocha de Araújo, Marcos Paulo Valdez Pereira, pistoleiro de “Minotauro”, Júlio Cesar Gomes, outro pistoleiro de “Minotauro”, Rafael de Souza também pistoleiro de “Minotauro”, Wilson Curlo Torres, Alan Tavares da Silva, Cícero Marcos Silva, Lucas Alves da Silva, Luciano de Souza Martinez, pistoleiro de Minotauro, Claudinei Pedrobom, Francisco Gonzalez, Lucas de Souza.

Francisco Peralta, Adalberto Ariel Cristaldo, William Santos, Jackson da Silva de Paula, processado por fugas e sequestrar pessoas. Gustavo Gomez, Roberto David Cristaldo, Luís Martinez Vera, Cristian Vera, José Antônio Melgarejo, Marcio Valenzuela, Celso Luís Alvarenga, Rafael Francisco Britez, Alezandro Mongelos, Rodrigo da Silva, Ricardo Saniota, Odair Ferreira dos Santos, Sandro Robles, Hector Silva, Wellington Rocha Nery da Costa, Edgar Cabrera e Cleto Nunes.

Walter Torales, Gustavo Ariel Talaveira, Fábio Gonzales, Angel Batista D’Amorim, Eduardo Alves D’acuña, Daniel Paredes Morel, Enrique Duarte Orlando Torres, Jorge Damian Villmayor, Hugo Ramon Pizurno. José Jardin Ojeda, Fábio Portela, Osvaldo Ferreira, John Barboza, Francisco Fatecha, Rafael Carvallo da Silva, Mauro Vieira, Derlis Marques Gonzales, Del Rosario Gómez, Fidel Cristino Cardozo, Milciades Sanabria, Richard Antônio Robles, Robert Gustavi Nuñez, Silvio Garrido, Santiago Nuñez Irala, Moisés Rojas, José Antônio Marin, Cristian Lopez, Carlos Miguel Lezcano, Cristian Lucena e Charly Antônio Recotulo.