Operação Covid 19 completa 100 dias de atuação na fronteira

Operação Covid 19 completa 100 dias de atuação na fronteira

COMPARTILHAR
Bloqueios já possibilitaram centenas de apreensões

Antônio Coca

Ativado no dia 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à Covid-19. Os militares da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, “Força Terrestre Guaicurus”, completaram 100 dias de atividades da Operação Covid 19 na região de fronteira entre o Mato Groso do Sul e o Paraguai. Ao todo são dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente.

A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia e no Estado, está sob responsabilidade do Comando Militar do Oeste, e na fronteira do Mato Grosso do Sul por intermédio do 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado de Ponta Porã.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

De acordo com levantamentos pelo 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado, neste período o Regimento “Marechal Dutra” realizou patrulhamento da faixa de fronteira e estabeleceu postos de bloqueio e controle nas estradas federais e estaduais, em sua área de responsabilidade, com o objetivo de restringir a entrada de estrangeiros no País, bem como coibir o ilícito transfronteiriços.

Neste período foram feitas 6.586 abordagens e 272 bloqueios de entrada de estrangeiros no território nacional, além de diversas apreensões de drogas, materiais de descaminho e contrabando, que se enquadram como crimes transfronteiriços.