Operação da PF “ataca” lavagem do tráfico e do contrabando de cigarro...

Operação da PF “ataca” lavagem do tráfico e do contrabando de cigarro no MS

COMPARTILHAR

Antônio Coca

Mais de 150 policiais federais estão nas ruas de várias cidades de Mato Grosso do Sul para cumprir 30 mandados de prisão preventiva e 31 mandados de busca e apreensão, expedidos pelas Justiças Federais de Naviraí e Campo Grande. As ações das Operações “Celeritas” e “Greasy Money” contra organizações criminosas voltadas ao contrabando de cigarros paraguaios, tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro, ocorrem em Naviraí, Itaquiraí, Eldorado, Tacuru e Bataguassu.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações começaram em 2017 e mirava membros de uma organização criminosa com base em Mundo Novo e que utilizava geralmente carros roubados para o contrabando de cigarro e drogas e circulavam pelas rodovias em altíssima velocidade. Os investigadores descobriram que o dinheiro arrecadado pela organização criminosa, chefiada por um ex político era “lavado” ou legalizado por meio de postos de combustíveis e uma casa de shows com o uso de pessoas recrutadas pelo grupo, os chamados laranjas.

A Polícia Federal descobriu que os criminosos pretendiam matar autoridades ligadas a segurança pública que vinham causando prejuízo para eles, o que demonstra, segundo a PF a periculosidade dos integrantes da quadrilha. Ao todo já foram apreendidos 2,7 milhões de maços de cigarros paraguaios, 5 toneladas de maconha e 25 veículos de pequenos e grande portes.