PF faz ação para apurar vazamento de informações sigilosas

PF faz ação para apurar vazamento de informações sigilosas

COMPARTILHAR
Com alvos em MS durante operação, PF de Sorocaba apura vazamento.

Agência Brasil São Paulo

A Polícia Federal cumpre hoje (29), no Estado de São Paulo, dois mandados de prisão e cinco de busca e apreensão para apurar o vazamento de informações durante a Operação Homônimo, deflagrada em abril de 2018. A Receita Federal também participa das ações.

Segundo a PF, membros de uma das organizações criminosas que faziam contrabando de cigarros tiveram acesso a informações sigilosas.

Contrabando de cigarros

A Operação Homônimo foi realizada no ano passado com o objetivo de desarticular duas organizações criminosas em quatro estados especializadas em contrabando de cigarros do Paraguai. Na ocasião foram apreendidos mais de 4 milhões de maços de cigarro. Também foram efetuados 17 autos de prisões em flagrante.

A Polícia Federal estimou em R$ 14 milhões o prejuízo aos cofres públicos com os tributos sonegados. Um policial militar chegou a ser preso preventivamente. A PM, que vinha acompanhando os trabalhos, participou da detenção do integrante da corporação.