PF faz Operação Área Restrita contra ataques cibernéticos a Universidades Federais

PF faz Operação Área Restrita contra ataques cibernéticos a Universidades Federais

COMPARTILHAR
Divulgação.

Na manhã desta quinta-feira (28), a Polícia Federal deflagrou a operação “Área Restrita”, que tem como objetivo apurar ataque cibernético a várias Universidades Federais do país, ocorrido em maio de 2021.

O ciberataque consistiu na invasão dos sistemas de informática das universidades, promovendo “defacement” (processo de modificação do conteúdo que é exibido em um site) ou pichação, causando danos aos bancos de dados de, ao menos, 6 (seis) instituições de educação, entre elas a UFGD, UFRJ, UFMG, UFT, UFAL e UFBA.

O ataque hacker investigado conseguiu acesso de usuário com nível privilegiado nos sistemas, ao explorar a vulnerabilidade de um software ligado a componentes obsoletos e sem atualização. A partir disso, conseguiu implantar ferramentas para a captura de senhas de usuários administradores.

A Justiça Federal de Dourados expediu um mandado de busca e apreensão, que foi cumprido na cidade de Guarulhos, São Paulo.