PF investiga tráfico de cocaína com uso de “mulas” através de aeroporto

PF investiga tráfico de cocaína com uso de “mulas” através de aeroporto

COMPARTILHAR
Materiais para "colar" cocaína ao corpo. (Divulgação/PF)

Na manhã desta quinta-feira (11), a Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão, em Várzea Grande, Mato Grosso para investigar o tráfico de drogas no Aeroporto Internacional Marechal Rondon. Celulares foram apreendidos na casa de uma mulher, que confessou o tráfico de cocaína com uso de ‘mulas’ – pessoas que levam a droga colada no corpo.

Conforme as informações preliminares da PF, não está sendo realizada operação e sim uma ação pontual que subsidia uma investigação. Mas, que futuramente pode ser desencadeada uma operação para desarticular a quadrilha de traficantes. Consta até o momento que a prática de tráfico de drogas por meio de passageiros do aeroporto vem crescendo e um dos grupos desse esquema já está na mira dos federais.

Está apurado que a droga tem como destino os estados do Espírito Santo e Maranhão. Em uma casa de Várzea Grande, onde uma mulher foi encontrada, a polícia localizou vários materiais utilizados para enrolar e prender porções de drogas no corpo dos passageiros. Ela, que achou que seria presa, confessou o crime.

Disse ainda que no celular dela há conteúdo sobre o tráfico, sendo aprendidos dois aparelhos que passarão por perícia. Apesar da confissão de tráfico, nenhuma droga foi encontrada na casa e a mulher não foi presa em flagrante.