Pistoleiros da fronteira dispararam mais de 100 tiros de fuzil durante chacina

Pistoleiros da fronteira dispararam mais de 100 tiros de fuzil durante chacina

COMPARTILHAR

Quatro pessoas morreram em um novo ataque criminoso registrado neste sábado no bairro de San Antônio, em Pedro Juan Caballero. Os pistoleiros dispararam mais de 100 tiros com armas de grande poder de fogo, calibre 7,62 e 5,56, de acordo com os detalhes coletados pelos peritos da Criminalística.

Uma das vítimas identificada como Osmar Vicente Álvarez Grance, o Bebeto, era o motorista do veículo e suposto principal alvo dos pistoleiros, segundo a Polícia Nacional e o Ministério Público.

Com Bebeto estavam três mulheres, uma delas sua companheira, que estava no banco do carona, enquanto no banco de trás estava Haylee Carolina Acevedo Yunis, 21, e outra jovem, Rafaelly Nascimento Alves, 20 anos., Além de Fredy Alfonso Ayala, de 24 anos, junto com duas ou três outras pessoas cujas identidades estão sujeitas a confirmação.

Aparentemente, eles estavam saindo de um salão de eventos quando o ataque ocorreu. O subchefe de Investigação Criminal da Polícia Nacional, Jorge Vidallet, rekatou para a imprensa que não há testemunhas do ataque e que vão tentar obter algumas imagens em circuito fechado da região. Eles também não têm dados sobre quem poderia ter sido o autor do ataque.

“Não temos informações de como ocorreu o acontecimento, foram ouvidos tiros e quando chegamos só encontramos o veículo e as pessoas”, disse. O Ministério Público nomeou a promotora Sandra Díaz para investigar o novo crime. O corpo de Bebeto foi removido para um necrotério particular sob forte esquema de segurança da Polícia Nacional e outras pessoas. As outras três vítimas foram encaminhadas a um centro de saúde para necropsia.