PM barra esquema de tráfico com cartão de débito/crédito chefiado por preso

PM barra esquema de tráfico com cartão de débito/crédito chefiado por preso

COMPARTILHAR

Drogas vendidas através de cartões de débito/crédito em mais um esquema dirigido por presidiário foi desmontado pela Polícia Militar na noite desse sábado durante patrulhamento na área central de Campo Grande. Um casal foi preso em flagrante, através dele identificado o chefe do esquema interno do Presídio de Trânsito, droga, máquina de cartão, contabilidade do tráfico e celulares foram apreendidos.

Por volta de 21h30 uma patrulha do 1ºBPM abordou na esquina das Avenidas Ernesto Geisel e Mato Grosso, Felipe Leite Lopes Machado, de 24 anos que estava em uma motocicleta. Na mochila dele os policiais encontraram 14 envelopes contendo maconha, 25 envelopes aromatizados em variados sabores para consumir maconha, quase R$ 300 em dinheiro e máquina para cartão de débito/crédito.

Questionado o homem confessou sua atuação no disque droga e apontou detalhes sobre recebimento com cartão. No celular dele a equipe da PM encontrou aplicativo de mercado pago onde consta a contabilidade das vendas realizadas por cartão, entre elas dez vendas de R$ 50 no dia 31 e três vendas de R$ 55 no dia 1º. Foi ainda apurado que o interno do Presídio de Trânsito, Melvis Santos é o responsável por apontar locais de entrega das drogas, vendas e as aquisições de drogas e demais produtos, sendo segundo o flagrante do caso, os acertos realizados via telefone celular.

Já os valores arrecadados nas eram entregues para Lia Torres Martins, de 19 anos, quem mantinha os contatos com Melvis. Na casa da mulher, também presa em flagrante, os policiais apreenderam dinheiro e mais envelope com maconha. Ela confirmou o que os policiais já haviam apurado e disse ser namorada de Melvis com quem fazia os acertos finais sobre a venda de drogas. Felipe e Lia foram autuados em flagrante na Depac-Centro.