PM pende trio com droga dizendo ser de facção e fala sobre...

PM pende trio com droga dizendo ser de facção e fala sobre tribunal do crime

COMPARTILHAR

A prisão pela Polícia Militar de dois homens e uma mulher supostamente integrantes da facção Primeiro Comando da Capital – PCC, neste domingo (6) pode possibilitar o esclarecimento de alguns crimes em Campo Grande, inclusive assassinato no chamado “tribunal do crime”, arremesso de drogas e celulares para presídios e tráfico de entorpecentes. O trio foi localizado e preso durante a Operação Permanente II, pelo Pelotão Coophasul da 11ª Companhia e Força Tática.

O trio foi localizado na Travessa Manoel Pereira da Silva, no Bairro Nova Lima, quando policiais estavam em ação na região suspeitaram da movimentação, inclusive uma pessoa correndo para o interior do imóvel. Foram presos Crevan (31), Cleide (38), e Elieverton, de 25 anos. Todos autuados em flagrante de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

O trio tentou várias manobras de fuga ou esconder a droga, mas os policiais levaram a melhor apreendendo balança de precisão, diversas porções e tijolo de maconha além de materiais para embalagem da droga e dinheiro em notas de menor valor além de moedas. Sobre a droga encontrada no local, os envolvidos disseram que integram o PCC e são encarregados de arremessar drogas para o interior do presídio e se tratava de sobra da “última remessa” realizada no dia 3 passado. Eles ainda se referiram a uma execução com ordem de dentro do presídio.