PM prende homem que jogaria droga, fermento e réplicas de armas para...

PM prende homem que jogaria droga, fermento e réplicas de armas para dentro da Máxima

COMPARTILHAR
Muralha e guaritas de vigilância não intimidam arremessadores. (Foto: Arquivo Campo Grande news/Reprodução

Leandro Santos da Silva, 24 anos, foi preso pela Polícia Militar pouco depois de 2h da madrugada deste domingo (17), quando com três comparsas, entre eles um irmão, jogaria drogas, produto químico, armas falsas e acessórios de celulares para o interior do Presídio de Segurança Máxima em Campo Grande. A polícia caça os demais envolvidos, pois apurou que a partir de Leandro, integram uma quadrilha de “Apoio” a presidiários para arremesso dos chamados pombos, as embalagens com diferentes materiais.

Por volta de 2h da madrugada policiais militares da equipe 10-2709 em ronda pelo entorno e proximidades do complexo penal de Campo Grande, avistaram quatro indivíduos que ao notarem o carro da polícia fugiram em diferentes direções. Nas buscas, os policiais localizaram Leandro se escondendo em um terreno baldio.

Com ele foram localizadas duas embalagens (pombos) contendo fermento de pão e maconha, que afirmou seriam lançados para o interior do presídio. Em seguida encontraram um saco plástico contendo 12 pombos (embalagens) e dentro deles 28 carregadores e dois fones de ouvidos para celular.

Leandro contou ainda que em sua residência, na rua Pinheiro Machado, tinha mais “pombos” de fermento e “outras coisas”. Com autorização e apoio do próprio, os policiais localizamos 8 embalagens já preparadas contendo fermento de pão e dois simulacros de arma de fogo. Leandro apontou o irmão como dono de tudo, sendo encaminhado para a Polícia Civil com os materiais.