PMR paulista apreende carreta com quase mil caixas de cigarro do Paraguai

PMR paulista apreende carreta com quase mil caixas de cigarro do Paraguai

COMPARTILHAR

A Polícia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo apreendeu na tarde desta quarta-feira (11), um grande carregamento de cigarros contrabandeados do Paraguai, que havia partido de Mato Grosso do Sul. A apreensão com prisão de uma pessoa ocorreu no km 6 da SP-272, a Rodovia Olímpio Ferreira da Silva, em Pirapozinho.

Equipes da 2ª Cia de Polícia Rodoviária de Presidente Prudente/SP, a PMR e Tático Ostensivo Rodoviário – TOR, na sequência da “Operação São Paulo Mais Seguro”, deram ordem de parada ao condutor de uma carreta Scania/R bi trem com placas de Londrina, Paraná, homem de 41 anos morador em Indaiatuba/SP.

Na abordagem os policiais solicitaram além da documentação de praxe, notas fiscais do que estivesse transportando. Com a solicitação, o carreteiro passou a se contradizer chegando ao ponto de não saber dizer de onde vinha e para onde seguia, quando apresentou uma nota indicando ser a carga, resíduo de soja.

Os policiais ao abrirem as lonas das carretas encontraram várias centenas de caixas de cigarro de procedência estrangeira. O carregamento era composto por 800 caixas, que somadas resultam em 40 mil pacotes totalizando 400.000 maços de cigarro de origem estrangeira contrabandeados.

Carregou em Mato Grosso do Sul

Questionado sobre origem, destino e propriedade do contrabando e veículo, o motorista disse ter sido contratado em Indaiatuba/SP, por um indivíduo de apelido “Pangaré”, para que deslocasse até Londrina/PR, pegasse a Scania e fosse até Naviraí carregar com o cigarro contrabandeado, e entregar no município de Pilar do Sul, São Paulo, onde receberia R$ 5 mil pelo “trabalho”.

O homem foi preso em flagrante de contrabando sendo encaminhado com carreta e carga, para a Polícia Federal em Presidente Prudente. Através de interrogatório e dois celulares apreendidos, a PF tentará chegar aos remetentes e destinatários da carga.