Polícia Civil prende homem por ameaça e descumprimento de medidas protetivas

Polícia Civil prende homem por ameaça e descumprimento de medidas protetivas

COMPARTILHAR
Ao ser abordado preferiu não resistir nem ameaçar policiais.

Na tarde desta terça-feira (28), o Setor de Investigações Gerais da Delegacia de Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo prendeu, em flagrante, um homem de 42 anos, suspeito de descumprir medidas protetivas de urgência e ameaçar sua ex-esposa.

O indivíduo foi casado com a vítima por cerca de 18 anos, porém estão separados há 4 meses e, por não aceitar o término do relacionamento, vive perturbando e ameaçando a ex-esposa. Recentemente a vítima procurou a Delegacia para registrar B.O. contra o ex-marido requereu medidas protetivas.

As medidas foram concedidas pela Justiça, ficando estipulado que o agressor estaria proibido de se aproximar da vítima e de seus familiares, devendo respeitar a distância mínima de 100 metros, além de não poder manter qualquer tipo de contato com essas pessoas.
Na data de hoje, pela manhã, o homem foi até a frente da casa da vítima e fez ameaças através do filho comum do casal, dizendo: “Eu vou matar sua mãe”. Conforme relato de testemunhas, o ameaçador estava visivelmente bêbado.

Por volta de meio dia, o sujeito foi novamente de carro até as proximidades da casa da vítima e ficou estacionado a uma distância aproximada de 50 metros.
Temendo por sua integridade física, a vítima ligou para a Polícia Civil pedindo ajuda.

Imediatamente, investigadores de Polícia deslocaram-se até a região, no Bairro Boa Vista, e surpreenderam o homem bem próximo da residência da vítima, que se encontrava no interior de seu veículo estacionado. Com os policiais, ele não ofereceu resistência nem fez ameaças. O homem estava visivelmente embriagado. Dentro do veículo, os policiais civis localizaram várias latinhas de cerveja.

Diante disso, recebeu voz de prisão pela prática dos crimes de ameaça e descumprimento de medidas protetivas. Ele foi encaminhado à Delegacia onde está custodiado em uma das celas à disposição da Justiça.