Polícia Civil tenta identificar corpos mutilados e carbonizados na BR-262

Polícia Civil tenta identificar corpos mutilados e carbonizados na BR-262

COMPARTILHAR
Área queimava por volta de 2h30 da madrugada. (Foto: Direto Das Ruas)

A Polícia Civil, Perícia, Papiloscopistas e Legistas trabalham para identificar os corpos esquartejados e carbonizados encontrados na manhã desta-segunda-feira (16) nas margens da BR-262, saída para Três Lagoas, um deles junto a uma galeria pluvial. A polícia tem como certo que os corpos são de um casal que foi incendiado distante cerca de 100 metros um do outro.

O caso foi atendido e é investigado por policiais da 4ª Delegacia de Polícia Civil (Moreninhas) chefiados delegado Nilson Friedrich. Os corpos parcialmente carbonizados e mutilados, um deles de mulher, tronco, cabeça e braços, sem as pernas estava na entrada da galeria. Pouco mais de 100 metros adiante foi localizado partes do corpo de um homem, tronco e perna direita, sem a cabeça e braços, sendo que junto ao corpo havia resíduos de pneus queimados. Registros na Central de Informações e Operações de Segurança – CIOPS, consta acionamento do Corpo de Bombeiros para conter fogo em vegetação por volta de 2h40 da madrugada de hoje.

Uma das expectativas da polícia para identificação das vítimas é a análise de registros de pessoas desaparecidas e mãos da mulher que parcialmente intactas podem possibilitar pesquisa das digitais. Outros detalhes da investigação não são revelados para não prejudicar o trabalho.

O caso

Pouco antes de 11h trabalhador em um condomínio nas proximidades deixava o local quando viu algo sendo queimado em meio ao que seriam tijolos ou pneus e ao se aproximar percebeu se tratar de um corpo humano. Ele acionou o Corpo de Bombeiros, que não chegou ao local pois a Polícia Civil já estava na área e alertou que não havia mais chamas, apenas restos de queimada e um corpo.