Polícia e Receita Federal apreendem produto químico utilizado no refino de...

Polícia e Receita Federal apreendem produto químico utilizado no refino de cocaína

COMPARTILHAR
Produto suficiente para produção de 4 toneladas da droga. (Divulgação)

A Polícia Federal e a Receita Federal, em ação conjunta, realizaram mais grande apreensão de insumo químico utilizado no refino e batismo de cocaína em Corumbá. A ação tem como objetivo dificultar a produção da droga nas regiões de fronteira.

Na terça-feira (12), foi apreendida 1,5 tonelada de Ácido Bórico, insumo químico controlado por ser largamente utilizado em duas fases da produção do entorpecente: na transformação da pasta base em pó e no posterior batismo para aumento de quantidade.

Em razão da forma de apresentação do ácido bórico, cristais brancos e brilhantes, o produto é conhecido junto ao tráfico de drogas como “mineíta”, “brilho” ou “escama mágica”, agregando valor ao batismo da droga. Estimativas baseadas na proporção de ácido bórico presente em apreensões de cocaína já realizadas anteriormente permitem afirmar que a quantidade retida resultaria em pelo menos 4 toneladas de cocaína pronta para consumo.

A apreensão reforça o compromisso das instituições envolvidas com o combate aos desvios de precursores químicos nas fronteiras como forma eficaz de combater o tráfico internacional de drogas.