Polícia encontra em casa de aldeia, vestido de mulher desaparecida

Polícia encontra em casa de aldeia, vestido de mulher desaparecida

COMPARTILHAR
Vestido da vítima foi encontrado na casa. (Foto: Adilson Domingos)

Na investigação sobre o desaparecimento de Jayne Martins Ramires, (23), na tarde desta quarta-feira (8), após informação de moradores e buscas em uma casa na aldeia Bororó onde poderia estar o corpo de Jayne, policiais civis encontraram um vestido da vítima.

Jayne está desaparecida desde o dia 26 de outubro. De acordo com a Polícia Civil, duas moradoras na casa foram interrogadas e liberadas. Familiares relatam que Jayne saiu de casa para ir até a residência de uma amiga na aldeia, e desde então não foi mais vista.

A Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul requereu a instauração de inquérito para apurar o desaparecimento, diante de suspeitas de que a indígena ela tenha sido vítima de feminicídio. A instauração de inquérito foi solicitada pela defensora Neyla Ferreira Mendes, coordenadora do NÚPIIR (Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Povos Indígenas e da Igualdade Racial e Étnica) à delegada Paula Ribeiro dos Santos, titular da Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher) de Dourados.

“Há notícias de que seus benefícios sociais foram sacados e que todos seus bens e seus documentos continuam em sua casa”, informou a defensora, que recebeu uma solicitação de ajuda, via WhatsApp, do movimento de mulheres da RID (Reserva Indígena de Dourados).