Polícia faz levantamentos no Ceuzinho para apurar morte de homem

Polícia faz levantamentos no Ceuzinho para apurar morte de homem

COMPARTILHAR
Vítima com ferimento grande na cabeça e cachimbo de pedra no bolso. (Direto das ruas)

Investigadores e delegado da Polícia Civil além de peritos, ainda trabalham na margem da Cachoeira do Ceuzinho, na saída para Rochedo onde foi achado esta tarde o corpo de um homem. Ainda não há informação sobre a identificação da vítima.

Com idade aparente de 50/60 anos, o corpo apresenta marca de ferimento na cabeça, supostamente de tiro. Em um dos bolsos polícia e perícia encontraram um cachimbo de pedra. O local é de grande procura por pessoas que praticam trilha ou rapel, e no final da manhã populares avistaram o corpo e acionaram inicialmente o Corpo de Bombeiros.

Tanto a cachoeira do Ceuzinho como a do Inferninho, nas proximidades, são conhecidas como além de locais de trilhas e rapel, como pontos de desovas ou execuções. A última vítima que teve o corpo achado no local, foi Gleison Silva Abreu, de 25 anos, estrangulado e jogado na cachoeira.