Polícia Federal combate tráfico de produtos florestais

Polícia Federal combate tráfico de produtos florestais

COMPARTILHAR
Documentação falsa usada para "esquentar" madeira ilegal

Antônio Coca

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (29), em conjunto com o Ibama, a Operação Ghostwood, dando cumprimento a dez mandados de busca e apreensão, 12 mandados de suspensão de atividade econômica e 12 mandados de interdição e lacração de estabelecimentos, expedidos pela 1ª Vara Federal de Ponta Porã. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Campo Grande, Ponta Porã, Dourados, Sete Quedas e Umuarama, no Paraná.

A investigação apurou a existência de uma associação criminosa voltada à emissão e recebimento de Documentos de Origem Florestal falsos. Em regra, a emissão dos DOF’s falsos tem como finalidade ludibriar a fiscalização e legalizar produtos de origem florestal adquiridos de forma ilegal.

Para a emissão e recebimento dos Documentos de Origem Florestal falsos, os investigados utilizavam tanto empresas de fachada quanto madeireiras em pleno funcionamento. A operação foi batizada de “GHOSTWOOD”, em razão de referido termo significar “MADEIRA FANTASMA”. São empregados mais de 50 policias federais e cinco equipes de Agentes Ambientais do Ibama na deflagração da operação.

O saldo da operação será mostrado em coletiva de imprensa às 10h com a coordenação da operação no Auditório da Polícia Federal em Campo Grande.