Polícia Federal deflagra operação contra o tráfico via postal em Três Lagoas

Polícia Federal deflagra operação contra o tráfico via postal em Três Lagoas

COMPARTILHAR
"Correspondências do mal" na mira da PF.

Antônio Coca

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (7), a Operação Escobart, no combate ao tráfico de drogas via postal. A investigação teve início em setembro de 2019, quando, em ação controlada judicialmente autorizada, a PF prendeu em flagrante um cidadão de Três Lagoas, recebendo droga sintética (MDMA) conhecida como Ecstasy, em uma encomenda entregue pelos Correios. Dias depois, uma segunda encomenda com droga destinada a mesma pessoa foi apreendida.

Com as investigações intensificadas, foi constatado que o então suspeito adquiria droga de outros Estados e, depois de recebe-las pelos Correios, revendia para diversos usuários em Três Lagoas. Da mesma forma, foi possível identificar outros envolvidos no esquema criminoso, os quais remetiam as encomendas ilícitas.

Estão sendo cumpridos três mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária, nos municípios de Petrópolis, no Rio de Janeiro e Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O nome da Operação faz menção ao codinome utilizado por um dos fornecedores das remessas de drogas apreendidas.

Como resultado das buscas, houve uma prisão em flagrante em Petrópolis, por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e um termo circunstanciado por posse de droga para consumo pessoal, em Porto Alegre.