Polícia Federal mira doleiros em desdobramento da Lava-Jato

Polícia Federal mira doleiros em desdobramento da Lava-Jato

COMPARTILHAR

Agência Brasil

Uma organização criminosa especializada em crimes financeiros e lavagem de dinheiro é alvo da “Operação Câmbio, Desligo”, um desdobramento da Lava-Jato. Segundo a Polícia Federal (PF), devem ser cumpridas 43 ordens de prisão preventiva no Brasil e seis de prisão preventiva no Paraguai e Uruguai, além de quatro de prisão temporária.

As equipes devem cumprir 51 mandados de busca e apreensão. As ações ocorrem nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Brasília. O principal alvo seria Dário Messer, apontado como o principal doleiro do país.

Os mandados foram solicitados pelo Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF/RJ) e expedidas pela 7ª Vara Federal Criminal do estado. Em nota, a PF afirmou que o foco da ação de hoje é desarticular a organização criminosa especializada na prática de crimes financeiros e evasão de divisas, “responsável por complexa estrutura de lavagem de dinheiro transnacional, ocultação e ocultação de divisas”.