Polícia Federal nas ruas contra o tráfico em SP e Campo Grande

Polícia Federal nas ruas contra o tráfico em SP e Campo Grande

COMPARTILHAR

Antônio Coca

A Polícia Federal de SP deflagrou na manhã desta terça-feira (23) a Operação Aplique para desarticular uma quadrilha que vinha atuando no tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. As equipes cumprem 14 mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao chefe da quadrilha nas cidades da Grande São Paulo e em Campo Grande.

Também há um mandado de prisão preventiva contra o chefe da quadrilha, mas ele já está preso desde outubro de 2018. O chefe da quadrilha, conhecido como “Boy”, é da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

A Justiça determinou ainda o bloqueio de bens ligados ao grupo entre os quais seis imóveis, oito veículos e R$ 30 milhões que possam ter sido adquiridos com o dinheiro do tráfico. A investigação começou em 2017, quando Federais apreenderam R$ 240 mil em dinheiro na cidade de São Paulo que seria empregado no pagamento de remessa de droga, transportada por um helicóptero.

Com a abordagem, a aeronave não pousou e a droga não foi entregue, mas os suspeitos que estavam com o dinheiro foram abordados e interrogados. A PF começou a monitorar a quadrilha e no dia seguinte um dos envolvidos foi preso no Guarujá

Durante a investigação, a Polícia Federal identificou que o chefe da quadrilha lavava o dinheiro do tráfico em salões de beleza na capital paulista. Ele também foi investigado pela equipe da Polícia Federal do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.