Polícia Militar de São Paulo compra mil viaturas blindadas que resistem...

Polícia Militar de São Paulo compra mil viaturas blindadas que resistem até fuzil

COMPARTILHAR
Já rodam no litoral em teste de resistência à maresia.

A frota da polícia militar do estado de São Paulo e os policiais recebem um grande reforço. Até o começo do ano que vem, uma frota de mil Chevrolet Trailblazers 2.8 turbodíesel vão entrar em circulação e ser usados pelo Choque, Força Tática e pelos Batalhões de Ações Especiais da Polícia.

Cada carros custará à população R$ 153.013 reais, já blindados de acordo com as especificações exigidas pela PM. Para efeito de comparação, um Trailblazer sem a blindagem para o consumidor comum custa R$ 222 mil por preço de tabela.

A blindagem foi projetada para neutralizar até mesmo tiros de fuzil calibre 556, ou seja, bem mais pesada do que a III A usado pela maioria dos carros blindados brasileiros (capaz de parar disparos de calibres menores como 38 e 357).

A proteção dos carros da polícia usa aramida, um tipo de fibra sintética, e chapas de aço. A proteção entra deixa o veículo 110 kg mais pesados, o que também influencia no consumo de combustível e no desgaste do freio, que passam a ser maiores.

Desde janeiro, a PM está usando um carro protótipo com a mesma blindagem da nova frota em São Vicente, no litoral do estado. A cidade foi escolhida para testes graças a umidade elevada do ar, que expõe o veículo a uma maior possibilidade de corrosão.

Fonte AutoEsporte