Polícia Militar prende trio golpista que locou e levaria carros para o...

Polícia Militar prende trio golpista que locou e levaria carros para o Paraguai

COMPARTILHAR
Trio diz ter comprado documentos "baratinho" na fronteira. Divulgação

Uma ação rápida de policiais militares da Força Tática do 1º BPM na tarde desta terça-feira (15), após suspeita denunciada por uma locadora, evitou que três golpistas estudantes de medicina que atuavam com documentos falsos, levassem três veículos para a fronteira com o Paraguai. Os criminosos foram presos em flagrante portando diversos documentos falsificados em nome de terceiros.

Foram presos Sérgio Henrique da Silva Lima, 40 anos, Emerson Mascarenhas Jr, de 19 anos e Patrick Dioney Pereira de Moraes, 26 anos. Dois dos criminosos são de Ponta Porã e um de Belém, no Pará, ambos estudantes no Paraguai e autores confessos do crime de estelionato e uso de documentos falsos com que foram apanhados.

Polícia investiga possibilidade de mais golpes aplicados.

Ao serem alertados por uma das locadoras vitimadas de que poderia estar sendo vítima de golpe, policiais iniciaram buscas e por conta de localizador, na Vila Carvalho abordaram o veículo Gol conduzido por Sérgio. Questionado, ele confessou ter locado o veículo na locadora BEE Veículos, detalhando ter utilizado documento falso em nome de terceiro, mas com a foto dele para a locação.

Em seguida a equipe do Tático abordou um Gol de aplicativo transportando os golpistas Patrick e Emerson. Ao confessarem o golpe, relataram ter deixado um veículo Ônix, locado de forma criminosa por Sérgio, “guardado” em um local estratégico. Questionado sobre os golpes, o trio alegou que curtiria a noite na capital e em seguida levariam os veículos para a fronteira Brasil/Paraguai.

Na delegacia Sérgio confessou que o veículo Ônix foi locado na locadora Brasil, e mais dois veículos locados da mesma forma foram deixados em um posto de combustíveis na Avenida Eduardo Elias Zahran, sendo um Virtus pertencente a locadora Unidas e um Renault Duster da Localiza.

Foram apreendidos três celulares, carteiras dos indivíduos com vários cartões e documentos falsos, dinheiro em Reais e Guarani, a moeda do Paraguai. O trio foi encaminhado para a Polícia Civil – Depac, e autuado em flagrante.

Um dos veículos resgatados pela PM antes de ser levado para fronteira.