Polícia Rodoviária Federal apreende quase meia tonelada de cocaína na BR-262

Polícia Rodoviária Federal apreende quase meia tonelada de cocaína na BR-262

COMPARTILHAR
Uma super apreensão de cocaína. (Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal realizou uma de suas maiores apreensões de cocaína na região de Campo Grande nos últimos anos. Perto de meia tonelada da droga foi interceptada por equipe da PRF na BR-262, Base Operacional de Terenos.

A apreensão ocorreu em razão de trabalho da Inteligência da PRF e abordagem pouco depois de 19h desta quinta-feira (12), a um caminhão boiadeiro que trafegava no sentido Capital/Interior supostamente vazio. Por conta do volume da apreensão e trabalho sobre o caso em andamento, ainda são poucos os detalhes da ação.

O caminhão gaiola era ocupado por dois homens de 21 e 45 anos respectivamente que durante a abordagem apresentaram respostas desencontradas sobre a viagem. Os policiais realizaram uma busca minuciosa e constataram estar diante de uma apreensão milionária de droga possivelmente pertencente a um grande cartel no tráfico internacional, ou mesmo consórcio do narcotráfico.

A pesagem inicial revelou 420 quilos de cocaína em pacotes embalados de forma a tentar inibir ao máximo o odor, principal mente por farejadores. Os transportadores alegaram que vinham da cidade de Jardim e entregariam a droga em Campo Grande.

Ainda hoje a Comunicação Social da PRF deve apresentar detalhes da apreensão. A apreensão de mais um caminhão boiadeiro utilizado pelo crime organizado, revela a atuação opção por esse tipo de veículo.

Já são várias as apreensões pelas Forças de Segurança em diferentes pontos de Mato Grosso do Sul e até em estados vizinhos, desse tipo de veículo transportando maconha, cigarros e agora cocaína. A prática já aconteceu décadas, pois as organizações criminosas entendem que a característica do caminhão, com muito esterco e urina de gado quase sempre “derramando”, pode inibir a aproximação de policiais para fiscalização.

Por fora, inocente aparência de um veículo de trabalho.