Policiais civis recuperam arma tomada de PM e prendem autores de disparos...

Policiais civis recuperam arma tomada de PM e prendem autores de disparos e de ameaça

COMPARTILHAR
Lucas e a arma que tomou do sargento.

Investigadores do Grupo de Operações e Investigação da Polícia Civil – GOI -conseguiram prender um indivíduo que furtou a arma de um policial militar, em Campo Grande, nesta terça-feira (26). Ao receber informação via Centro de Informações e Operações Policiais – Ciops sobre disparos de arma de fogo na rua do Piano, bairro Guanandi II, a equipe foi até o local onde encontrou a vítima.

O sargento da Polícia Militar relatou que minutos antes teria abordado um indivíduo e acionado 190 e, no intervalo da chegada da viatura, Lucas Lima da Silva (20) teria entrado em luta corporal com o policial, bem como seu avô – Nilton Paneagua Lima (70) também chegou ao local armado e também se envolveu na luta.

Nilton, o avô de Lucas apontou 38 na cabeça do policial.

Lucas teria conseguido desarmar o policial e, se apoderar da pistola calibre 40 e após ameaçá-lo e disparar dois tiros deixou o local com a arma em punho.

Policiais do GOI realizaram buscas pela região e na Rua Comodoro avistaram uma equipe da Polícia Militar que solicitou apoio da equipe. Após a saída da PM da residência, a equipe permaneceu com uma prima do autor, que presenciou os fatos junto a Lucas.

Em meio as conversas com a garota, ela relatou que seu primo Lucas estaria escondido naquela residência. Os policiais realizaram uma busca no local, momento em que o indivíduo saiu de um dos quartos.

Foi Preso e questionado onde ele teria escondido a arma, Lucas revelou que estaria em uma residência na Rua Cocal. A
A equipe do GOI foi até o local e encontrou um menor que, segundo Lucas, estaria com a arma retirada do policial militar. O menor relatou que a arma estaria escondida em outra residência localizada na Avenida Engenheiro Luthero, onde ele mora.

Os investigadores foram até o local onde encontraram pistola da PM em cima do telhado de uma das residências no quintal.
A arma foi apreendida e os envolvidos apresentados na Depac-Cepol.

Revólver de Nilton, com numeração raspada.

Lucas e o avô irão responder pelos crimes de lesão corporal dolosa, disparo de arma de fogo e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.